8.6.06

Bienal de Berlim (3) Paul McCarthy



Bang-Bang-Room
de 1992. Entra-se numa sala de cerca de 3,5 m2 cujas paredes e portas começam desenfreadamente a bater com estrépito de 20 em 20 minutos.

2 comentários:

João disse...

O Paul é um piroso. Eu admiro muito mais o trabalho do John Lennon.

Anónimo disse...

Concordo. Let it be.

O grande Ringo