8.6.08

Meaninglessness



João Pombeiro expõe na Galeria Paulo Amaro por estes dias. Publico o texto da exposição (a visitar).

As indústrias do século auto-analisam-se no desenvolvimento do processo moderno. A relação especular que as produções possuem consigo próprias tornaram-se uma prática recorrente utilizando as mais diversas tácticas e estratégias que, por uma frequente utilização de produções e ciências ou tecnologias exteriores podem, recorrendo a uma arqueologia do instituído, polemizando a história, questionando o sujeito e as estruturas do discurso, as relações de produção, as condições de existência do fenómeno, estabelecer discursos críticos que no entanto vão sendo naturalmente absorvidos pela sistemática produtiva num processo perverso de pré-esvaziamento do reduto potencial da revolta. A industria da arte não foi a excepção e as longas gestas conceptuais do século, enquanto constituindo uma prática seminal ou meramente um exercitar lúdico das suas ferramentas, acabam no seio de um todo que inclui a prática artística mas também a produção pedagógica, crítica e espectacular, por se submeter quase sempre a um destino próprio e sólido de produção fetichista essencial para a formação das relações de poder.
O objecto da minha atenção terá sempre a ver com as origens e os mitos fundadores deste poder soberano. A crítica participa secretamente como cúmplice na construção do mito e deixa de ser actualidade para agir apenas como gesto esvaziado em simulação ou jogo. Neste tabuleiro onde João Pombeiro nos joga nunca é confessado inequivocamente um motivo para a mise-en-scène do crime de lesa-majestade à auto-produção da industria da arte que nos propõe. Talvez lhe subjaza uma verdadeira nostalgia tingida de idealismo na relação do estético com a vida, ou uma pulsão revolucionária frustrada na realpolitik (apenas levemente aparente em “Revolution Grant”) e talvez seja o jogo a que se entrega fruto da perda, o rosário de um melancólico.
Naturalmente a sinceridade, o objecto secreto da expressão “Real Deal” na única imagem da exposição é a primeira vítima mortal nesse mesmo jogo onde o primeiro passo é a constatação evidente da veracidade atribuída à declaração de que toda a arte é mercadoria. Esta imagem que nos lançou o enigma constitui-se como horizonte a partir do qual potencialmente podem libertar-se todas as farsas, labirintos, caprichos, ex-machina e os trompe l’oeil aplicados à vulgata literária da sociologia artística. O jogo atinge apenas a sua morte na regularidade visual da fonte tipográfica escolhida. Oculto o motivo, fica-nos a metodologia ou técnica e aí os recursos são amplos.
A crítica do “mundo da arte” ( "Artworld" ) reduzida a uma forma vazia e inefectiva joga-se entre a aparência de actualidade e o declaradamente fútil (How to Paint). A reforçar este jogo vem a própria inclusão ambivalente do “eu” ("Bored") nos enunciados; um “eu” que se percebe como biográfico e concreto justaposto a um “eu” como simples elemento de estrutura sintáctica. Na sequência desta estratégia de casa de espelhos (que fica bem aliás a um apaixonado por Hitchcock) e apesar da presença permanente nos trabalhos do “texto sobre arte e artistas”, todo o trabalho vai tendendo naturalmente para uma libertação em relação a este referencial aproximando-se então os seus objecto e método dos da poesia visual e concreta. No momento presente do qual a actual exposição é testemunho, as duas tendências contraditórias; por um lado a importância do referente crítico -entre a sinceridade e o slapstick verbal ("Big thing")- e do outro o jogo livre sobre linguagem (Allergy in the gallery), coexistem numa tensão permanente assumida pelo autor.
Ah! Fui eu que escrevi.

3 comentários:

Anónimo disse...

O Aleixo já tem mais conselhos em: www.vimeo.com/cena

claudia disse...

Andas muito eloquente...

Anónimo disse...

看房子,買房子,建商自售,自售,台北新成屋,台北豪宅,新成屋,豪宅,美髮儀器,美髮,儀器,髮型,EMBA,MBA,學位,EMBA,專業認證,認證課程,博士學位,DBA,PHD,在職進修,碩士學位,推廣教育,DBA,進修課程,碩士學位,網路廣告,關鍵字廣告,關鍵字,廣告,課程介紹,學分班,文憑,牛樟芝,段木,牛樟菇,日式料理, 台北居酒屋,燒肉,結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,台北住宿,國內訂房,台北HOTEL,台北婚宴,飯店優惠,台北結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,住宿,訂房,HOTEL,飯店,造型系列,學位,牛樟芝,腦磷脂,磷脂絲胺酸,SEO,婚宴,捷運,學區,美髮,儀器,髮型,牛樟芝,腦磷脂,磷脂絲胺酸,看房子,買房子,建商自售,自售,房子,捷運,學區,台北新成屋,台北豪宅,新成屋,豪宅,學位,碩士學位,進修,在職進修, 課程,教育,學位,證照,mba,文憑,學分班,網路廣告,關鍵字廣告,關鍵字,SEO,关键词,网络广告,关键词广告,SEO,关键词,网络广告,关键词广告,SEO,台北住宿,國內訂房,台北HOTEL,台北婚宴,飯店優惠,住宿,訂房,HOTEL,飯店,婚宴,台北住宿,國內訂房,台北HOTEL,台北婚宴,飯店優惠,住宿,訂房,HOTEL,飯店,婚宴,台北住宿,國內訂房,台北HOTEL,台北婚宴,飯店優惠,住宿,訂房,HOTEL,飯店,婚宴,結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,台北結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,台北結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,台北結婚,婚宴場地,推車飲茶,港式點心,尾牙春酒,居酒屋,燒烤,美髮,儀器,髮型,美髮,儀器,髮型,美髮,儀器,髮型,美髮,儀器,髮型,小套房,小套房,進修,在職進修,留學,證照,MBA,EMBA,留學,MBA,EMBA,留學,進修,在職進修,牛樟芝,段木,牛樟菇,住宿,民宿,飯宿,旅遊,住宿,民宿,飯宿,旅遊,住宿,民宿,飯宿,旅遊,住宿,民宿,飯宿,旅遊,住宿,民宿,飯宿,旅遊,住宿,民宿,飯宿,旅遊,住宿,民宿,飯宿,旅遊,美容,美髮,整形,造型,美容,美髮,整形,造型,美容,美髮,整形,造型,美容,美髮,整形,造型,美容,美髮,整形,造型,美容,美髮,整形,造型,美容,美髮,整形,造型,設計,室內設計,裝潢,房地產,設計,室內設計,裝潢,房地產,設計,室內設計,裝潢,房地產,設計,室內設計,裝潢,房地產,設計,室內設計,裝潢,房地產,設計,室內設計,裝潢,房地產,設計,室內設計,裝潢,房地產,設計,室內設計,裝潢,房地產,進修,在職進修,MBA,EMBA,進修,在職進修,MBA,EMBA,進修,在職進修,MBA,EMBA,進修,在職進修,MBA,EMBA,進修,在職進修,MBA,EMBA,進修,在職進修,MBA,EMBA,進修,在職進修,MBA,EMBA,住宿,民宿,飯店,旅遊,美容,美髮,整形,造型,設計,室內設計,裝潢,房地產,進修,在職進修,MBA,EMBA,關鍵字排名,網路行銷,关键词排名,网络营销,網路行銷,關鍵字排名,关键词排名,网络营销,羅志祥,周杰倫,五月天,蔡依林,林志玲,羅志祥,周杰倫,五月天,蔡依林,林志玲,PMP,在職專班,研究所在職專班,碩士在職專班,PMP,證照,在職專班,研究所在職專班,碩士在職專班,網頁設計,網站設計,網頁設計,網站設計,网页设计,网站设计,网站设计,网页设计